Transformista cantará sobre romance gay no Criança Esperança

86

O cantor, compositor e transformista pernambucano Johnny Hooker confirmou que irá participar do Especial Criança Esperança, que será exibido no dia 20 de agosto, pela rede Globo.

Hooker também já adiantou que vai subir ao palco para cantar a música “Flutua”, gravada em parceria com outro cantor drag queen e que fala de um romance entre dois homens.

“Baby, eu já cansei de me esconder / Entre olhares, sussurros com você / Somos dois homens / E nada mais”, diz um trecho da música.

O cantor é conhecido, não apenas por sua constante militância em prol do movimento LGBT, mas também por ter chegado a ofender o cristianismo em uma de suas apresentações, levando o público a acompanhá-lo, gritando que “Jesus é travesti”.

Mas Johnny não gera polêmica apenas em sua militância a favor do movimento LGBT e da ideologia de gênero. O primeiro álbum de sua carreira solo, também chamou a atenção pelo nome “Eu Vou Fazer uma Macumba pra Te Amarrar, Maldito!”.

Os fatores já podem gerar estranheza em muitos que o assistem cantando para adultos, porém convidá-lo para participar de um evento beneficente, teoricamente dedicado à família, como deveria ser o “Criança Esperança”, vai além de gerar estranheza, mas sim revolta.

Contexto

Que a rede Globo tem se mostrado um grupo de comunicação um tanto tendencioso com relação à montagem de suas programações, para promover sua agenda de apoio ao movimento LGBT, feminismo e ideologia de gênero, isso não é novidade.

Porém ao que tudo indica, ela tem buscado surpreender justamente por parecer não se contentar em manipular informações para criar um cenário totalmente favorável à promoção dessa agenda. Como se não bastasse toda a suspeita em torno do destino que as doações arrecadadas durante o programa realmente levam, agora a emissora convida um “artista” neste perfil — que desrespeita religiões e promove uma ideologia prejudicial a qualquer infância e juventude — para cantar sobre um romance homossexual em um programa dedicado a crianças.



Fonte: Guia me