Trump quer eliminar ideologia de gênero dos EUA em prol do sexo com “base biológica”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Um documento supostamente vazado e divulgado pelo jornal americano The New ork Times, revelou que o Governo de Donald Trump está planejando iniciar uma batalha para eliminar de uma vez por todas a falaciosa ideologia de gênero dos Estados Unidos, para reconhecer apenas como legítimo o sexo de “base biológica”.

A promoção indiscriminada da ideologia de gênero tem sido um problema em diversos países do mundo, especialmente os considerados moralmente mais liberais. Esse conceito argumenta que a identidade de gênero de uma pessoa não precisa, necessariamente, estar vinculada ao seu sexo biológico.

Ou seja, segundo essa ideologia, uma pessoa do sexo masculino, por exemplo, pode se “sentir” como sendo do sexo feminino, ou ao contrário. Tal condição é classificada pela psiquiatria como “disforia de gênero” ou “transtorno de identidade de gênero”. Apesar disso, o ativismo político de movimentos como o LGBTQ e feminista promovem tal concepção largamente, especialmente através da grande mídia, mesmo sem qualquer fundamentação científica e logicamente aceitável.

Sexo apenas de “base biológica”

Visando combater o avanço dessa ideologia nos Estados Unidos, o Governo Trump pretende eliminar referências à ideologia de gênero em sua política, como menções ao termo “transgênero” da sua lei feral.

Com isso, o Governo pretende resolver problemas como a criação de banheiros “trans”, alteração de nomes na certidão de nascimento e até mesmo a chamada “mudança de sexo” de forma indiscriminada. Cada pessoa, nesse caso, mesmo que já tenha feito a “transição”, será tratada oficialmente pelo Estado conforme o seu sexo biológico.

Autoridades do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA (HHS) informaram que a ideologia de gênero foi implantada de forma significativa no Governo de Barack Obama, prejudicando o país, criando “uma multiplicidade de agências e sob uma infinidade de leis, que por sua vez levou à confusão e consequências políticas negativas na saúde, educação e outros contextos federais”.

Se aprovada, a nova política de reconhecimento social da identidade sexual nos EUA eliminará o conceito de “terceiro sexo” (identificado com a legra “X”), já previsto em alguns estados do país, como Oregon e Califórnia.

Outro impacto também será na política social em função da comunidade LGBT de outros países, já que os Estados Unidos referendam grande parte dessas ações para o mundo. Com informações do Estadão.



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet