Uma pessoa sábia escolhe o caminho certo (Lisa Whittle)

conheça o poder do batom em pó
6 de abril de 2018
o sapato coringa para qualquer look
10 de abril de 2018

Uma pessoa sábia escolhe o caminho certo (Lisa Whittle)

“O coração do sábio está à sua direita, mas o coração do tolo está à sua esquerda.” (Eclesiastes 10:2)

Há momentos em que não faço boas escolhas. Eu assisto coisas na TV que mancham meu coração. Eu me comporto de maneiras que corroem meu casamento. Eu gasto dinheiro que não tenho, digo coisas que não quero, deixo por fazer coisas que precisam ser terminadas. Eu reajo com raiva e isto deturpa a imagem de Cristo. Eu tenho “buracos internos” que me limitam e definem.

 

Se este fosse o final da minha história, eu estaria com sérios problemas. Eu quebraria coisas que não poderiam ser consertadas. Eu destruiria coisas que não podem ser restauradas. Eu prejudicaria relacionamentos de uma forma irreparável. Eu viveria insatisfeito e orgulhoso, sem sentir minha alma “resolvida”. Deixados abandonados, às vezes meus buracos tem produzido este tipo de coisa. Mas há outro elemento em minha história, e isto me traz uma grande esperança. Jesus… Com sua habilidade super natural para ir preenchendo até a mais ampla das minhas lacunas… Me atrai para Ele, me pedindo para fazer escolhas que façam bem à minha alma. Esta é uma escolha importante a ser feita por cada crente. É aquela que resulta em plenitude.

 

A decisão de escolher o que vai fazer bem às nossas almas nem sempre é fácil. Às vezes isto irá requerer de nós que abandonemos coisas que amamos e que se tornaram um mau hábito. Freqüentemente isto exigirá de nós desistência de nossa vontade pela vontade do Pai.

 

Eu amo esta passagem de hoje que fala que uma pessoa sábia escolhe o caminho certo. Ela mostra que mesmo quando as coisas acontecem conosco sem a nossa permissão ou pela escolha de outros, nós ainda podemos escolher o que faremos em seguida.

 

No meu livro {W}hole, eu compartilhei a história de minha família sendo envolvida em um escândalo que  virou nossa vida de cabeça para baixo quando eu estava na faculdade. No meio do tumulto, eu não fiz boas escolhas… Agindo de modo que machucou à mim e à outros. Mas em um certo ponto eu decidi que eu queria ser diferente. Eu queria ser melhor e permitir que Deus mudasse meu curso, me comprometendo com a verdade, mesmo que ela doesse. Esta foi uma escolha que eu nunca lamentei, uma escolha que me colocou no “caminho certo” – o caminho que leva à cura e à plenitude.

 

Plenitude – bem estar da alma – não vem para aqueles que estão apenas comprometidos “pela metade”. Isto é para pessoa que está cansada de viver por ela mesma ou como vítima de suas experiências… Para aquele que deseja encontrar sua verdadeira identidade. Aquele que apesar do sucesso no mundo ainda anseia por mais. Plenitude é para a pessoa que não quer mais ser limitada por qualquer coisa e que está disposta a fazer o que for preciso para mudar.

 

Qualquer sacrifício que tenhamos que fazer para o bem de nossas almas vale a pena. Abundância de alegria, riqueza dos favores de Deus, estabilidade e confiança na integridade do cumprimento das promessas são nossos quando decidimos que não queremos mais viver com nossos buracos, mas ao invés disso desejamos ser inteiros.

 

Quando nós oferecemos nossos buracos a Jesus, nós lhe damos a oportunidade de preenchê-los com Ele.

 

E esta, meu amigo, é sempre uma boa escolha.

 

Oração: “Querido Deus, eu quero escolher direito. Ajude-me a não buscar plenitude e cura à minha maneira. Aonde hábitos precisam ser quebrados, eu peço que o senhor me dê forças para quebrá-los. Ajude-me a não me ocupar com coisas que corroem meu coração, pelo contrário, ajude-me a buscar no Senhor a sabedoria, paz e amor. Em nome de Jesus, amém”.

 

Aplicação Prática: Como você tem feito boas escolhas em sua vida (coisas que te trouxeram liberdade, etc)? Quando você não escolheu direito, qual foi a diferença e o que você pôde aprender?

 

Reflexão: O que eu preciso fazer para me posicionar de modo a fazer melhores escolhas? Há algo que eu deva abrir mão, que me impede de escolher esta plenitude?

 

Versículos de apoio: I Tessalonicenses 5:23-24: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo, e todo vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.”

Isaías 56:4 “Por que assim diz o Senhor a respeito dos eunucos, que guardam meus sábados, e escolhem aquilo em que me agrado, e abraçam a minha aliança”

Isaías 9:6 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.”

 

Fonte: http://www.christianity.com/

Autora: Lisa Whittle. (autora do livro”{w}hole: An Honest Look at the Holes In Your Life and How to Let God Fill Them“)

Tradutora: Kátia Michele Jurk Avalos.

 

(Visited 83 times, 1 visits today)