Conecte-se

Uma tigela de bênçãos


O plim conhecido da chegada de e-mail chamou minha atenção enquanto escrevia no computador. Normalmente tento resistir à tentação de ler cada e-mail, mas o assunto dele era atraente demais: “Você é uma bênção”.

Ansiosa, abri e descobri que uma amiga distante dizia que estava orando por minha família. A cada semana, ela coloca uma foto em sua “tigela de oração” da mesa da cozinha e ora por aquela família. Escreveu: “Todas as vezes que penso em vocês, dou graças a meu Deus” (FILIPENSES 1:3), e destacou nossos esforços para compartilhar o amor de Deus com os outros — nossa “parceria” no evangelho.

Através do gesto de minha amiga, as palavras do apóstolo Paulo aos filipenses gotejaram na minha caixa de entrada, gerando a mesma alegria em meu coração que suspeito que os leitores da carta do apóstolo tiveram no primeiro século. Parece que Paulo se habituou a falar de sua gratidão àqueles que trabalharam com ele. Uma frase semelhante abre muitas de suas cartas: “agradeço a meu Deus por todos vocês…” (ROMANOS 1:8).

No primeiro século, Paulo abençoou os seus colaboradores com uma nota de agradecimento e orações. No século 21, minha amiga usou uma “Tigela de Bênçãos” para trazer alegria ao meu dia. Como podemos agradecer àqueles que servem na missão do Senhor conosco nos dias de hoje?



Fonte: Pão Diario

Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem