Conecte-se
Search

Vítima de racismo, Eddy Júnior mostra sua arte e resistência no EP “Meus Contos”

Com mais de dois milhões de seguidores no Instagram e mais de quatro milhões no TikTok, o influencer Eddy Jr foi vítima de racismo e o caso viralizou na internet e chegou a ser publicado em vários portais de notícia. O artista foi alvo de ofensas racistas por sua vizinha, a aposentada Elisabeth Morrone, dentro do condomínio onde mora, em São Paulo. Diversos artistas e ativistas prestaram apoio a Eddy nas redes sociais, como Paulo Vieira, Daniela Araújo, Yuri Marçal, Paulo César Baruk, Lázaro Ramos, entre outros.

Disposto a não sofrer calado, o artista pegou toda a dor e angústia diante da situação e transformou esses sentimentos em material para escrever as canções de seu EP “Meus Contos”, que chegou em todas as plataformas digitais nesta quarta-feira. Com quatro faixas influenciadas pelo trap – “Olhos Abertos”, “Capitão”, “Predestinado” e “4001” – o projeto tem produção de Felipe MusicMaker e Yoobeat. A música escolhida para divulgar o projeto é “4001”.

– Por tudo que passei nesses dias, eu decidi compor sobre isso nas minhas letras, quero passar a mensagem de que nunca podemos desistir e abaixar a cabeça por nada e ninguém, acreditar em nossos sonhos e em nossa arte. Temos que seguir acreditando que vai dar certo e que já somos abençoados, é só questão de tempo para tudo acontecer, tudo coopera para bem, até em um momento ruim – comenta.

Picture of Rafael Ramos

Rafael Ramos

Deixe sua mensagem